Notícias

RRRufino - Arquivo Embrapa Soja

RRRufino - Arquivo Embrapa Soja

Que descobertas em genética podem melhorar as cultivares de soja? Quais os métodos inovadores disponíveis atualmente? Quais as principais linhas de pesquisa para o melhoramento de plantas em nível mundial? Para debater o panorama do melhoramento de genético de soja, o VIII Congresso Brasileiro de Soja, que será realizado 11 a 14 de junho, no Centro de Convenções de Goiânia, promove uma conferência no dia 13 de junho, às 8h30, a ser ministrada pelo pesquisador David L. Hyten, professor de genética vegetal do Centro de Inovação e Ciência Vegetal do Centro de Alimentação e Saúde da Universidade de Nebraska-Lincoln.

Hyten desenvolve pesquisas em genética e genômica básica em soja e utiliza métodos que podem melhorar as características das cultivares de soja. Um dos focos do seu trabalho é o desenvolvimento de cultivares tolerantes à seca e ou que respondam à abundância de água. “À medida que experimentamos as mudanças climáticas, podemos tornar as cultivares capazes de resistir à seca e responder à abundância de água”, disse em entrevista por e-mail.

Seu trabalho se concentra no desenvolvimento de melhores métodos, ferramentas e estratégias genômicas de melhoramento genético para utilizar o conhecimento nos programas de melhoramento público e privado da soja. “Nosso objetivo é desenvolver novas técnicas que permitam incorporar a diversidade genética em novas variedades, mantendo os ganhos de rendimento”, enfatiza. Com isso, suas pesquisas visam acelerar a taxa de ganho genético em soja e minimizar os efeitos negativos das mudanças climáticas na produção de soja.

Assessoria de Imprensa do Congresso Brasileiro de Soja (CBSoja)
Jornalistas: Carina Rufino, Lebna Landgraf e Gabriel Rezende Faria
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo./ www.cbsoja.com.br

Criação de sites e lojas virtuais